segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Quem sou

O meu percurso

Nasci na cidade do Porto no início da década de 80, e fiz o percurso normal de uma menina "bem" do Porto. Passei pelo Colégio do Rosário,e depois pelo liceu Garcia de Orta, até chegar à Universidade ( uma conhecida Universidade Privada na cidade do Porto). Frequentei um curso superior, que viria a terminar ao fim de 5 anos. (Sim, sou dra!!).
Foi aí, na faculdade, que me iniciei no mundo das "escorts".
Porquê? Simples. Porque desde cedo quis ser independente. Trabalhei em lojas de shopping, e em inumeros trabalhos temporários, até que aos 20 anos resolvi saír de casa.
O meu curso custava quase 500 euros por mês, e aquilo que eu ganhava por mês nos trabalhos que ia arranjando mal cobria isso.
 Para além dessas despesas, tinha ainda a renda da casa, e todos os custos inerentes à minha vida.

Numa altura de desespero, em que já devia 3 meses de renda à minha senhoria, uma amiga minha, ao ver a minha aflição, falou comigo, e perguntou-me o que é que eu estava disposta a fazer por dinheiro? eu respondi que quase tudo. Ela, perguntou-me imediatamente a seguir " e o que estás disposta a fazer por muito muito dinheiro?". E eu respondi, "tudo!"
Ela disse-me conhecia uma pessoa que me podia por no mercado das acompanhantes de luxo. Hesitei muito no inicio. Mas quando falei com o tal contacto, e ele me disse que eu tinha tudo para singrar nesse mundo, e que podia ganhar até cerca de 2500 euros por trabalho, e que os trabalhos nunca duravam mais de 2,3 dias. Depois de dias e dias a pensar, a chorar por ter que me "vender", resolvi experimentar. Esse dia foi há mais de 5 anos, e ainda estou nesse mundo. Porque gosto,e porque sou independente. Tenho tudo o que o gostava de ter. Materialmente sou uma pessoa realizada.

Para quem não sabe, acompanhante de luxo não é uma prostituta. A melhor definição para a profissão, vem do Brasil, "garota de programa".

Fundamentalmente, o trabalho de uma acompanhante de luxo é muito abrangente. É muito mais que sexo (embora normalmente também inclua sexo).
Jantares, Viagens, reuniões de familia, até reuniões de trabalho.
Por isso, a exigência neste mundo é gigante: para além dos dotes físicos, que são muito apertados ( altura, peso, textura da pele, peito, anca, pernas, cabelo, tudo é visto ao pormenor) é exigida cultura - de preferência uma licenciatura -, educação esmerada( que se traduz num saber estar), charme, etc

No fundo, as acompanhantes de luxo têm que ser as mulheres perfeitas: Bonitas, Inteligentes, Vistosas, Educadas, Cultas, Divertidas.
Temos de passar por namoradas ou mulheres de pessoas importantes, cuja imagem é o que mais interessa.

Depois, há a parte sexual. Da experiência que eu tenho, que já tem mais de 5 anos, só não há parte sexual por um motivo: se o cliente for homossexual. Contarei neste blog uma história a esse propósito.

Contarei muitas histórias acerca de muitos clientes, que vão desde a coisa mais normal à coisa mais estranha.

Entretanto, Resolvi arranjar um petit non, para assinar as minhas "crónicas" aqui no blog. Mia. Soa-me bem.

Miau!

Mia

Sem comentários:

Enviar um comentário